Newton Goto

Textos

– – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – –
Textos sobre os circuitos de artes visuais no Brasil
– – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – –

Da paisagem-trouvée ao território inventado: observações sobre os circuitos de arte contemporânea no Brasil
Revista Tatuí n° 0, Recife, 2009 (p. 10-32). Texto publicado também na revista Global Brasil nº 13, versão on-line, Rio de Janeiro, 2010.
Capa da Tatuí em que foi veiculado o texto, imagem: 1
Link para publicação na Global Brasil, aqui.

1

1

 

 

 

 

 

 

 

 

– – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – –
Circuitos compartilhados
Versões assemelhadas do texto foram publicadas no catálogo Arte e patrimônio 2007 a 2010; FINGUERUT, Silvia (Org.); Rio de Janeiro: Paço Imperial, 2010 (p. 58-69); e na seção Dossier da revista DASartes, Rio de Janeiro-RJ, 2009 (p. 84-88). O texto foi originalmente publicado em duas partes no Catálogo de apresentação e Catálogo de sinopses/Guia de contextos Circuitos compartilhados, In: GOTO, Newton (Org.), Edital Arte e Patrimônio 2007: MinC/Iphan/Petrobras/Paço Imperial, Rio de Janeiro e Curitiba: EPA!, 2008.
O texto é uma contextualização sobre o projeto Circuitos compartilhados, acervo de filme e vídeo sobre a cena autônoma de artes visuais no Brasil.
Capas das publicações em que foi veiculado o texto, imagens: 2, 3, 4 e 5.
Sobre o projeto Circuitos compartilhados, ver link aqui.

Versões anteriores do texto, nomeadas de Circuitos em vídeo, relativas a etapa antecessora e homônima do projeto, foram publicadas nas duas edições do jornal OBS.: em Recife, 2007 (EPA!/Cefav – Centro de Formação em Artes Visuais da Prefeitura de Recife), e em Curitiba, 2005 (EPA!). O texto Circuitos em vídeo foi também publicado no catálogo do encontro Reverberações 2006, São Paulo, 2006 (p. 39-40).
Capas do jornal OBS/Circuitos em vídeo, imagens 6 e 7.
Capa da publicação Reverberações 2006,  imagem 8.

Juntamente com o lançamento do projeto Circuitos em vídeo e do jornal OBS.: em Curitiba, em 2005, foi realizada uma teleconferência entre artistas e coletivos de artistas de Curitiba com o coletivo spmb (Brasil/Canadá), encontro registrado no relatório Em carne & net: território online – teleconferência entre coletivos de artistas de Curitiba e o spmb.

O texto Circuitos compartilhados é uma apresentação e contextualização das ações do projeto, entretanto, em seu Catálogo de sinopses/Guia de contextos, para além das sinopses e textos escritos pelos participantes, há também sinopses e textos que escrevi sobre algumas ações coletivas e sobre a obra de alguns artistas, entre os quais: As pulsões de arte do multiartista Bruscky, sobre a obra de Paulo Bruscky; Autocrítica cultural ou leva chumbo, sobre o filme Cildo Meireles, de Wilson Coutinho; Mistérios de um lugar comum, sobre a obra de Cildo Meireles; Geografia(s) do(s) acontecimento(s), sobre as ações coletivas Praça da Arte, Artshow e Sensibilizar; O lugar convida o artista, sobre o espaço autogerido Torreão (seguido da entrevista As palavras são como as pessoas, realizada com Jailton Moreira).

Sinopses sobre o projeto e sobre alguns títulos do acervo foram também publicadas no folder do Projeto Olhar Paraná, programação do SESC–PR no SESC–Ponta Grossa, em novembro de 2012, e nos dois fôlderes Circuitos compartilhados junto ao projeto Paradas do movimento, CCSP – Centro Cultural São Paulo, entre maio e julho de 2011 (ver memorial de circulação do projeto Circuitos compartilhados).
Referências aos fôlderes do CCSP e SESC-PR, imagens 9, 10 e 11.

O projeto e o texto Circuitos Compartilhados articulado com o texto Da paisagem-trouvée ao território inventado: observações sobre os circuitos de arte contemporânea no Brasil originaram o texto O projeto Circuitos Compartilhados e algumas observações sobre os circuitos de arte contemporânea no Brasil, tendo como base o gráfico Tendências relacionais da produção em artes visuais com seu entorno social. O texto é um memorial/roteiro da palestra realizada no encontro-seminário Práticas artísticas e suas inserções, na mesa-redonda Políticas de artista: outros gestos e formas de compartilhamento. Centro Cultural CEEE Érico Veríssimo, Panorama Crítico, Porto Alegre, 2010.
Link para o texto na publicação online da revista Panorama crítico, aqui.

2

2

3

3

4

4

5

5

Jornal OBS 2ª Ed

6

7

7

8

8

CC no CCSP, folder 2ª mostra

9

10

10

11

11

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

– – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – –
Sentidos (e circuitos) politicos da arte: afeto, crítica, heterogeneidade e autogestão entre tramas produtivas da cultura
Texto publicado em espanhol e inglês no livro Arte contemporáneo brasileño: documentos y críticas, FERREIRA, Glória (Org.), Santiago de Compostela/Espanha: MinC, Fundação Athos Bulcão, Editora Dardo, 2009 (p. 181-192; 349-360). Publicado também no Catálogo de sinopses/Guia de contextos Circuitos compartilhados; GOTO, Newton (Org.), Edital Arte e Patrimônio 2007: MinC/Iphan/Petrobras/Paço Imperial, Curitiba: EPA!, 2008 (p. 110-122); na revista Primeira Pessoa, João Pessoa-PB, 2006 (p. 9-14); no livro Surface tensionsuplement 1, Califórnia-EUA, 2006 (p. 4-15); na seção Artefato do website Rizoma.net, 2005.

O texto situa a questão da autogestão nos circuitos de artes visuais no Brasil contemporâneo, elenca uma diversidade de modelos de atuação e articula antecedentes históricos. O artigo é uma versão sintética derivada da dissertação Remix corpobras, realizada no Mestrado em Linguagens Visuais do Programa de Pós-Graduação em Artes Visuais da Escola de Belas Artes da Universidade Federal do Rio de Janeiro (PPGAV-EBA-UFRJ), 2004, com orientação de Glória Ferreira.
Capas das publicações em que foi veiculado o texto, imagens 12, 13, 14 e 15.

Uma versão anterior e simplificada desse artigo, com o título Circuitos heterogêneos, foi publicada nos Anais do X Encontro do PPGAV-EBA-UFRJ, Rio de Janeiro: 2004. Outro texto antecessor é Revistas de arte: biopolíticas em mídias gráficas, publicado na revista Arte & Ensaios nº 10, Rio de Janeiro: Editora UFRJ, 2002.
Capas das publicações em que foram veiculados esses textos, imagens 16 e 17.

Uma contribuição conceitual para o texto e para a citada pesquisa acadêmica foi a abordagem de Vera Silvia Magalhães sobre as redes afetivas, conteúdo que foi registrado na entrevista Micropolítica do afeto que realizei com ela em novembro de 2003, no Rio de Janeiro. A entrevista completa encontra-se disponibilizada no final desta página, na seção Entrevistas.

12

12

13

13

A_IMG_1967_OK_100dpi

14

21

15

16

16

17

17

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

– – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – –
Visionário invisível: o circuito curitibano de artes visuais
Projeto Rotação de culturas, Edital Rede Nacional Funarte Artes Visuais, ACME, EPA!, 2014.
Pesquisa contextual e histórica sobre a cena dos circuitos autônomos nas artes visuais do Paraná.
Link para o texto no website do projeto, aqui.
Links sobre o projeto Rotação de culturas, aqui e aqui.

O artigo é uma versão revista e expandida do texto
–  Situação PR 69/01… ndo…: curtos-circuitos, arte fora da rede oficial e fontes alternativas de criação,  artigo publicado em três partes (registro 1, 2 e 3) nos dias 16, 23 e 30/12/2001, na seção Caderno G do jornal Gazeta do Povo, Curitiba (p. 9, 7 e 3, respectivamente); e também publicado nos três primeiros números do jornal Capacete, Rio de Janeiro, 2001 e 2002.
O texto de 2001 foi a primeira pesquisa contextual sobre a cena dos circuitos autônomos nas artes visuais do Paraná e fundamentou a realização do encontro Uôrk-Xók, ocorrido no TUC – Teatro Universitário de Curitiba, em 2001 (sobre Uôrk-Xók, ver página das realizações da EPA!, aqui).
Publicações e capas de publicações em que foi veiculado o texto,  imagens: 18, 19, 20, 21, 22, 23.

Visionário invisível incorporou também reflexões de outro texto:
Um olhar autorreferencial sobre os circuitos artísticos – situação mestiçagem specific: AV/PR/XX&XXI, catálogo do encontro Reverberações 2006, São Paulo, 2006 (p. 14-15).
Esse artigo embasou a palestra Circuitos artísticos alternativos: um olhar sobre a produção artística a partir do Paraná apresentado na mesa-redonda Arte, estética e participação política, no encontro Reverberações 2006, Seminário Ritmos da Urgência, Londrina-PR, 19/11/2006.
Publicação Reverberações 2006: imagem 24.

18

18

19

19

I0_Situacao_PR_1969_2001_3_OKOK

20

21

21

22

22

23

23

24

24

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

– – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – –
Além desses textos mais panorâmicos sobre os circuitos de arte contemporânea no Brasil, outros artigos abordam algumas ações específicas de “programações e espaços artísticos independentes”. A obra de Cildo Meireles, em especial a série Inserções em circuitos ideológicos, é também considerada referência refexiva sobre os circuitos artísticos autônomos.  Essa série de artigos, incluso os três “registros” do texto Situação PR 69/01… ndo…, foi publicada no Caderno G do jornal Gazeta do Povo, Curitiba-PR, em 2001:

– Arte ao redor
Caderno G, Gazeta do Povo, Curitiba-PR, 05/08/2001 (p. 10). Texto sobre a 3ª edição do Prêmio Interferências Urbanas, dentro das programações do 11º Arte de Portas Abertas realizado no bairro de Santa Teresa, Rio de Janeiro. Há ainda uma entrevista com Julio Castro, um dos coordenadores do projeto. O texto foi também publicado no Catálogo da 3ª edição do Prêmio Interferências Urbanas/Arte de Portas Abertas, Rio de Janeiro-RJ, maio de 2002.
Matéria no jornal: imagem 25. Catálogo Prêmio Interferências Urbanas/Arte de Portas Abertas: imagem 26.

– No bonde das artes de Santa Teresa
Caderno G, Gazeta do Povo, Curitiba-PR, 08/04/2001 (p. 5). Texto sobre o projeto Arte de Portas Abertas realizado no bairro de Santa Teresa, Rio de Janeiro. O texto foi também publicado no primeiro Catálogo dos Ateliês/Arte de Portas Abertas, Rio de Janeiro-RJ, junho de 2001.
Matéria no jornal: imagem 27. Catálogo Ateliês/Arte de Portas Abertas: imagem 28.

– Onde o que fica parado não é poste
Caderno G, Gazeta do Povo, Curitiba-PR, 11/03/2001 (p. 7). Texto sobre a Galeria do Poste, em Niterói-RJ. Há também uma entrevista com Ricardo Pimenta, idealizador e um dos coordenadores da Galeria do Poste.
Matéria no jornal, imagem 29.

– A juventude chama a jogada para si
Caderno G, Gazeta do Povo, Curitiba-PR, 20/02/2001 (p. 6). Texto sobre a 2ª Bienal da UNE, no Rio de Janeiro-RJ. Há também uma entrevista com Priscila Lolata e Luís Parras, coordenadores de arte da 2ª Bienal da UNE.
Matéria no jornal, imagem 30.

– Mistérios de um lugar comum.
Caderno G, Gazeta do Povo, Curitiba, 13/08/2000 (p. 8). Texto sobre a obra de Cildo Meireles e parte da entrevista realizada com o artista. A entrevista completa – A arte só existe quando a vida não está perfeita – foi publicada na versão on-line do jornal, na mesma data. Mistérios de um lugar comum foi publicado também no Catálogo de sinopses/Guia de contextos Circuitos compartilhados; GOTO, Newton (Org.), Edital Arte e Patrimônio 2007: MinC/Iphan/Petrobras/Paço Imperial, Curitiba: EPA!, 2008 (p. 16-17), com imagem de capa do catálogo já referenciada nas imagens 5 e 13 desta postagem. O artigo é uma sinopse derivada da monografia Território concreto de ideias – o além do específico na obra de Cildo Meireles, trabalho de conclusão de Curso de Especialização em História da Arte do Século XX, da Escola de Música e Belas Artes do Paraná, Curitiba-PR, 2000, com orientação de Maria José Justino.
Matéria no jornal: imagem 31. Catálogo Circuitos compartilhados: imagem 32.
A entrevista completa com Cildo Meireles encontra-se disponibilizada no final desta página, na seção Entrevistas.

F0_Arte_ao_redor_OKOK

24

25

25

E0_Arte_de_Portas_Abertas_OKOK

26

27

27

D0_Galeria_do_Poste_OKOK

28

C0_Bienal_UNE_OKOK

29

B0_Cildo_Meireles_OKOK

30

32

32

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

– – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – –
Textos sobre arte, cidade e sociedade
– – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – –

Contos descartográficos
Catálogo do projeto Recartógrafos. WASHINGTON, Claudia; ARAÚJO, Lúcio de; GOTO, Newton. Curitiba: Rede Nacional de Artes Visuais/Funarte, E/Ou, 2010 (p. 6-19).
Texto sobre o projeto Recartógrafos, do coletivo E/Ou.
Capa do catálogo: imagem 33.

33

33

 

 

 

 

 

 

 

 

 

– – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – –
Galerias subterrâneas
Catálogo da 5ª Bienal Vento Sul, Curitiba: Instituto Paranaense de Artes, 2010 (p. 54-64, 96-97, 298-299, 300-305, 370-373, 410, 421). Uma texto de apresentação do projeto foi publicado no catálogo Galerias subterrâneas, Curitiba: Edital Conexão Artes Visuais Funarte, Petrobras, EPA!, 2008 (p. 2-3); e também no catálogo Conexão Artes Visuais MinC/Funarte/Petrobras, Rio de Janeiro, 2008 (p. 84-87).
Capas das referências bibliográfias: imagens 34, 35, 36.

34

34

35

35

36

36

 

 

 

 

 

 

 

 

 

– – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – –
Um estádio engasgado na goela. Pior, doze.
Capa da referência bibliográfica: imagem 37.

37

37

 

 

 

 

 

 

 

 

 

– – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – –
Textos sobre a própria obra, inclusive propostas de fluxos coletivos e propostas coletivas de fluxos coletivos
– – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – –

Coisa pública; interlocuções.
Coisa pública. Goto. Curitiba: EPA!, Fundo Municipal de Cultura de Curitiba, 2012. (p 28-92).
Capa da referência bibliográfica: imagem 38.

A_IMG_9291_OK_2_100dpi

38

 

 

 

 

 

 

 

 

 

– – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – –
EPA!
Coisa pública. Goto. Curitiba: EPA!, Fundo Municipal de Cultura de Curitiba, 2012. (p 200-223).
Texto sobre a entidade EPA!
Capa da referência bibliográfica: imagem 39.

A_IMG_9291_OK_2_100dpi

39

 

 

 

 

 

 

 

 

 

– – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – –
E/Ou
Coisa pública. Goto. Curitiba: EPA!, Fundo Municipal de Cultura de Curitiba, 2012. (p 224-231).
Texto sobre o coletivo E/Ou.
A primeira versão do texto foi publicada na revista Tatuí n° 7, Recife, 2009 (p. 8-12).
Capas das referências bibliográficas: imagens 40 e 41.

A_IMG_9291_OK_2_100dpi

40

41

41

 

 

 

 

 

 

 

 

 

– – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – –
Desligare
Coisa pública. Goto. Curitiba: EPA!, Fundo Municipal de Cultura de Curitiba, 2012. (p 140-165).
Texto também publicado, parcialmente, no catálogo da primeira edição do programa Bolsa Produção em Artes Visuais do Fundo Municipal de Cultura da Fundação Cultural de Curitiba, 2007. Sinopses da proposta artística foram publicadas no Catálogo de sinopses/Guia de contextos Circuitos compartilhados; GOTO, Newton (Org.), Edital Arte e Patrimônio 2007: MinC/Iphan/Petrobras/Paço Imperial, Curitiba: EPA!, 2008 (p. 56-57); no catálogo Prêmio Projéteis Funarte de Arte Contemporânea 2007-2008, Funarte, Rio de Janeiro, 2008 (p. 56-59); na revista Global Brasil nº 9, Rio de Janeiro, 2007 (como DesEditorial na p. 1 e p. 4-9, além de imagens no verso da capa e contracapa); na 2ª edição do Jornal OBS.: da mostra Circuitos em vídeo, Cefav e EPA!, Recife, 2007.
Capas das referências bibliográficas: imagens 42,43,44, 45 e 46.

42

42

43

43

44

44

45

45

46

46

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

– – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – –
Mapas do Estado Novo
Coisa pública. Goto. Curitiba: EPA!, Fundo Municipal de Cultura de Curitiba, 2012. (p 186-173)
Capa: imagem 47.

47

47

 

 

 

 

 

 

 

 

 

– – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – –
Ocupação: memorial dos caminhos percorridos pela obra.
Coisa pública. Goto. Curitiba: EPA!, Fundo Municipal de Cultura de Curitiba, 2012. (p 94-125)
Capa: iamgem 48.

48

48

 

 

 

 

 

 

 

 

 

– – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – –
Ocupação: visualizando uma área teórica para uso.
Folder da exposição Ocupação, Projeto Macunaíma, Galerias da Funarte, Rio de Janeiro, 1999.
Texto publicado, em jpg: imagem 49

Ocupacao_folder_Funarte_1999_miolo_72dpi

49

 

 

 

 

 

 

– – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – –
IntroPOP-OVERdozen
Texto publicado no catálogo introPOP-OVERdozen, Lei Municipal de Incentivo à Cultura, Curitiba, 2000.
Capa: imagem 50.

50

50

 

 

 

 

 

 

 

 

– – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – –
3 Lugares
Revista Quixote nº 5, Curitiba, 2000 (p. 24-25).
Texto articulando conexões entre as obras Arte para Salão (1998/1999), Ocupação (1999-2000) e IntroPOP-OVERdozen (2000)
Texto publicado, em jpg: imagem 51

51

51

 

 

 

 

 

 

 

– – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – –
Paranáparapostepara
Monografia para a disciplina História e Crítica da Arte Contemporânea II, Mestrado em Artes Visuais, Área de Linguagens Visuais, EBA/UFRJ, Rio de Janeiro: 2002. Texto originalmente denominado Respirografia do poste. Uma sinopse sobre a ação coletiva encontra-se também no Catálogo de sinopses/Guia de contextos Circuitos compartilhados; GOTO, Newton (Org.), Edital Arte e Patrimônio 2007: MinC/Iphan/Petrobras/Paço Imperial, Curitiba: EPA!, 2008, enfocando principalmente a ação derivada Fundação do Museu do Poste (p. 88-89)

 

– – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – –
Superagüi
Agenda Comunicare 2013, Gráfica Comunicare, Curitiba, 2013 (p x-y). Uma versão anterior e simplificada do texto foi publicada na edição nº 19 da Coleção de livros de cartão postal do Beto Batata, maio 2003.
Texto publicado, em jpg, Agenda Comunicare: imagem 51. Capa da Coleção de livros de cartão postal: imagem 52.

51

51

52

52

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

– – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – –
Entrevistas
– – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – –

Micropolítica do afeto
Versão completa da entrevista realizada em novembro de 2003 com a militante antiditadura Vera Silvia Magalhães. Publicação parcial na revista Global Brasil n° 5, Rio de Janeiro, 2005 (p. 22-27).
A entrevista aborda algumas características, anseios e cotidiano dos grupos políticos de esquerda das décadas de 1960 e 1970 no Brasil, buscando pontes de interlocução entre a militância política e a cena artística, com relatos sobre a vida de ex-exilados políticos e sobre o panorama político brasileiro desde então.
Capa da Global Brasil n° 5, imagem 53.
Link para publicação online na Global Brasil n° 5: aqui.

53

53

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A arte só existe quando a vida não está perfeita
Versão completa da entrevista realizada em 01/08/2000 com o artista Cildo Meireles, publicada na íntegra na versão online do Caderno G, Gazeta do Povo, Curitiba, 13/08/2000; e publicada parcialmente no texto Mistérios de um lugar comum, veiculada na mesma data e no mesmo jornal, na página 8 (ver matéria do jornal em postagem mais acima).

 

 

 

– – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – –

Written by Newton Goto

janeiro 4, 2011 às 6:07 am

%d blogueiros gostam disto: