Newton Goto

EPA!

EPA! – Expansão Pública do Artista
A EPA! – Expansão Pública do Artista – é um organismo autogerido de política cultural. Foi fundada em 2001, em Curitiba, motivada pelo desejo de reflexão contextual sobre arte política e ativista nas artes visuais. A entidade é, em princípio, a expansão pública do artista Goto, um eu coletivo. A atuação da EPA! busca identificar, fortalecer e fomentar uma rede de interlocutores e de produção, tanto no ambiente artístico como no social, tendo como fundamento valores associados a uma arte livre, experimental, heterogênea, crítica, contemporânea e de envolvimento social. Além de ser uma tática fundadora da própria ação, a questão da autogestão é um foco recorrente de investigação. Com a EPA! exercita-se um olhar sobre a produção de outros artistas, atribui-se relevância a diferentes contextos produtivos, revolvem-se enunciações históricas, articulam-se redes de parceria, instauram-se campos coletivos para a inserção social da arte e busca-se também estabelecer relações com comunidades tradicionais.

O fluxo EPA! materializa-se em diferentes acontecimentos (a partir de cada contexto investigado) e lugares de realização (conforme a singularidade de cada rede de parcerias articulada). Três corpos dão suporte ao fluxo: Projetos EPA!, Arquivo EPA! e Espacial EPA!

Sendo a princípio uma performance-manifesto sobre o artista como um agente político, a EPA! efetivou-se como promotora do encontro coletivo e de trocas culturais, em 10/11/2001, com o evento Uôrk-Xók.

Projetos realizados pela EPA!:
Circuitos Compartilhados. Diversas cidades, desde 2008.
Rotação de culturas. Belém-PA e Curitiba-PR, 2014.
Circuito Grude em Curitiba. Curitiba-PR, 2013.
Coisa pública no Clube dos Diários. Teresina-PI, 2012.
Galerias Subterâneas. Curitiba-PR, 2008 e 2009.
Circuitos em vídeo. Diversas cidades, 2005-2008.
Produção no Paraná do Rede Nacional Funarte Artes Visuais 3ª Edição. Curadoria, organização e produção no Paraná em parceria com o 16° Festival de Inverno da UFPR, em Antonina-PR, 2006.
Encontro com Bill Lundberg e Regina Vater. Casa Andrade Muricy, Curitiba-PR, 2006.
– Encontro Entre Arquivos: Boris Nieslony-Paulo Bruscky. Centro Cultural Brasil Alemanha e Museu do Estado de Pernambuco, Recife-PE, 23 e 24/11/2005.
Transrritórios. Arte 5, Curitiba-PR, 2003.
Projeto Superagüi. Superagüi, Guaraqueçaba-PR, 2000/2003; Beto Batata, Curitiba-PR, 2003; Paraty-RJ, 2004.
Paranáparapostepara. Galeria do Poste (Niterói) e BetoBatata (Curitiba); 2002.
Vide o Vídeo. Cinemateca de Curitiba, Curitiba-PR, 2002.
Artista, parla! Funarte/Açúcar invertido, Rio de Janeiro-RJ, 2002.
Carasgráficos. UFPR, Curitiba-PR, 2002.
Uôrk-Xók. TUC, Curitiba-PR, 2001.

Abaixo, imagens e sinopses relativas a alguns dos projetos realizados pela EPA!

 

– – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – –
Circuitos Compartilhados

Diversas cidades, desde 2002.

CC_2008_CWB_Cinemateca de Curitiba_1_30X21_300dpi

Mapa dos participantes do acervo de filme e vídeo Circuitos compartilhados, versão gráfica, 2008.

Circuitos compartilhados é uma proposta de compartilhamento que reúne ações de artistas e coletivos de artistas, principalmente brasileiros, abrangendo 40 anos de produção em arte contemporânea. A coleção completa, de 225 títulos, duração de 44h30min, com trabalhos de 87 distintas iniciativas, resulta de pesquisa realizada por Newton Goto (EPA! – Expansão Pública do Artista) desde os anos 2000 sobre circuitos autônomos nas artes visuais, ou seja, diversos tipos de iniciativa em que o artista é o propositor da obra e o mediador do diálogo dela com o público. O contexto associa-se às práticas dos coletivos de artistas, arte de ativismo cultural, ações colaboracionistas em arte, espaços alternativos, etc, Em 2008, com apoio do MinC/IPHAN/Paço Imperial/Petrobras, realizou-se  de 150 unidades do acervo para distribuição entre participantes e instituições culturais. Considerando suas mostras de vídeo precursoras – Vide o vídeo (2002) e Circuitos em vídeo (2005-2008) – Circuitos compartilhados teve, até 2014, 44 apresentações em 22 cidades de 12 estados brasileiros, e uma exibição nos EUA, articulando diferentes parceiros do circuito autônomo e institucional a cada edição.

O projeto Circuitos compartilhados é, até o momento, a ação mais abrangente e complexa realizada pela EPA!.

Para mais informações, ver página específica do projeto neste website:
https://newtongoto.wordpress.com/circuitos-compartilhados/

 

 

– – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – –
Rotação de culturas

Diversas cidades, desde 2014
Encontros presenciais e mostras de vídeo inaugurais do projeto:
Galeria Theodoro Braga, Fundação Cultural do Pará, Belem-PA. 07 a 11/04/2014.
Mini-auditório do Museu Oscar Niemeyer, Curitiba-PR. 10 a 14/04/2014.

RC_WEBSITE NO AR

Rotação de culturas é um intercâmbio entre artistas da Região Norte e Sul do Brasil a partir da realização de dois encontros, em Belém-PA e em Curitiba-PR, agregando um artista/pesquisador de cada um dos 10 estados integrantes dessas regiões. Cada artista/pesquisador elaborou um texto e uma curadoria de vídeo sobre o circuito de artes visuais de seu estado. Os textos estão veiculados no website do projeto. Os encontros estruturam-se em duas ações: debate sobre os circuitos artísticos estaduais e mostra de vídeo sobre circuitos autônomos dessas localidades.  A mostra, com duração de 9h,  agregou  66 títulos em filme e vídeo de 49 autores, entre artistas, coletivos de artistas e ações artísticas coletivas. Foram produzidos de 200 exemplares da coleção de DVDs com os títulos exibidos na mostra de vídeo, visando distribuição entre os participantes, instituições culturais, faculdades de arte e museus brasileiros. O proposta foi  subsidiada pelo programa federal Rede Nacional Funarte Artes Visuais – 10ª edição, foi idealizada e teve curadoria geral de Newton Goto e teve coordenação de execução de Joesér  Alvarez  (ACME, Porto Velho-RO) e Newton Goto (EPA!, Curitiba-PR).

Para mais informações, ver website do projeto:
http://rotacaodeculturas.wordpress.com/

e página específica aqui neste website:
https://newtongoto.wordpress.com/rotacao-de-culturas/

 

 

– – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – –
Circuito Grude em Curitiba

Travessia subterrânea da Galeria Julio Moreira, TUC-Teatro Universitário de Curitiba, Curitiba-PR
Mutirão para colagem de cartazes em Curitiba: 10/11/2013.

Circuito Grude CWB_cartaz_anexo_72dpi

Convocatória para Circuito Grude em Curitiba: Reunião no Espacial EPA!

Circuito Grude é um circuito livre de trocas de lambes, via correio, entre coletivos e artistas independentes de diferentes lugares, para realização de colagens nos espaços urbanos de diferentes cidades.

A primeira edição do Circuito Grude, com mutirões de colagem entre outubro e novembro de 2013, conectou as cidades de Macapá-AP, Porto Velho-RO, Teresina-PI, Natal-RN, Recife-PE, Vitória-ES, Niterói-RJ, Belo Horizonte-MG, São Paulo-SP, Curitiba-PR, Florianópolis-SC e Porto Alegre-RS.

Os parceiros/participantes de Curitiba p/ Circuito Grude foram:
Goto, Faetusa Tezelli e Elenize Dezgeniski, Goura Nataraj, Claudia Washington e Lúcio Araújo, Gilberto Oliveira, Rafael Cavassin, Valdecimples, Gustavo Paim, Gustavo Paim e Nils Skare, Fernando Rosenbaum e Tissa Valverde

A EPA! é o articulador do Circuito Grude em Curitiba.

 

– – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – –
Coisa pública no clube dos diários

Clube dos Diários, Teresina-PI, 10/05 a 10/06/2012.

A_convite_virtual_Coisa publica_OKCirculação da exposição Coisa pública. Em 11/05: mesa-redonda Coletivos de artistas e autogestão de circuitos artísticos, com André Mesquita, Clarissa Diniz, Guga Carvalho e Goto. De 14/05 a 18/05: mostra de filmes e vídeos Circuitos compartilhados e oficina de arte e intervenção urbana Incursões urbanas. Ação subsidiada pelo edital Rede Nacional Funarte de Artes Visuais 8ª Edição.

Mais informações sobre o projeto Coisa pública: aqui

 

 

– – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – –
Galerias Subterrâneas

Travessias subterrâneas dos Terminais de Ônibus de Curitiba, 2008.

Cartaz do Galerias Subterâneas

Cartaz do Galerias Subterâneas

Projeto de arte de intervenção urbana em Curitiba realizado entre 09/05 a 01/06/2008, nos seis terminais de ônibus da cidade com travessias subterrâneas para pedestres: Cabral, Campina do Siqueira, Campo Comprido, Capão Raso, Pinheirinho e Hauer. Os artistas e coletivos de artistas foram convidados a inscrever seus trabalhos a partir de situações originadas ou adaptadas às especificidades do lugar e de seus fluxos humanos. Os convidados foram Rubens Mano (SP), Alexandre Vogler (RJ), Marssares (RJ), Lourival Cuquinha (PE), e os coletivos de artistas Bijari (SP), InterluxArteLivre (PR) e E/Ou (PR). O coletivo E/Ou convidou também os artistas Cleverson Salvaro e Ana González. Um bate-papo com os artistas foi realizado na sala Scabi do Solar do Barão, dia 09/05. Projeto financiado pelo edital Conexão Artes Visuais MinC / Funarte / Petrobras, com apoio, em Curitiba, da Prefeitura de Curitiba, Fundação Cultural de Curitiba e URBS, entre outros.

 


 

 

 

– – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – –
Rede Nacional Funarte Artes Visuais 3ª Edição, no Paraná

Auditório da Estação, 16° Festival de Inverno da UFPR, Antonina-PR, 10 a 14/07/2006.

banner-antonina_curvas.cdrFui convidado pela Funarte para realizar uma proposta de oficina de arte em Curitiba, dentro da etapa estadual do projeto Rede Nacional Funarte de Artes Visuais. Complementarmente, com a EPA!, atuei também como curador e organizador local do encontro, condição a partir da qual estabeleci uma parceria com o 16° Festival de Inverno da UFPR, em Antonina-PR. Na programação, a circulação da mostra Circuitos em vídeo; a mesa-redonda Articula e manda brasa ou a autogestão nos circuitos artísticos, com a participação de Cristiane Bouger, Rubens Pileggi e Newton Goto; e ainda, as conversas diárias, oficinas de arte e ações artísticas orientadas por Rubens e Goto, entre as quais a oficina Contexto, pensamento e ação: uma fotonovela, que coordenei.

 

 

 

 

 

– – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – –
Encontro com Bill Lundberg e Regina Vater

Casa Andrade Muricy, Curitiba-PR, 06 e 07/07/2006.

EPA_2007_Encontro com Bill Lundenberg e Regina VaterA EPA! atuou na organização, articulação institucional e na produção do encontro, que contou com exibição de vídeos de Regina Vater, exibição da videoinstalação Sonhadores, de Bill Lundberg, e palestras dos artistas.

 

 

 

 

– – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – –
Encontro Entre Arquivos: Boris Nieslony-Paulo Bruscky

Centro Cultural Brasil Alemanha e Museu do Estado de Pernambuco, Recife-PE, 23 e 24/11/2005.

Entre Arquivos_Boris Nieslony-Paulo Bruscky_23 e 24-11-2005_72dpi O espírito EPA! esteve presente em minha participação como co-propositor, co-organizador e co-coordenador geral do encontro, junto com Margit Leisner. Mas não foi possível comparecer à mediação presencial das conversas, como previsto.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

– – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – –
Circuitos em vídeo
Mostra precursora do projeto Circuitos compartilhados. Diversas cidades brasileiras, 2005-2008.

Jornal OBS 2ª Ed

Jornal OBS, 2ª Ed.

CC_2005_ACT_Circuitos em Vídeo_Jornal_OBS_1Ed_capa

Jornal OBS, 1ª Ed.

O Jornal OBS.: , informativo impresso da mostra, teve duas edições, a primeira em Curitiba-PR, na estreia das exibições, no ACT, em 2005, e a segunda em Recife-PE, no CEFAV, em 2007.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

– – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – –
Projeto Superagüi

Curitiba e Superagüi-PR, Parati-RJ, desde 2000.

Inventando bandeiras para Speragüi

Inventando bandeiras para Speragüi

Vila de Superagui, 2001. Uma das 10 montagens gráficas feitas por Goto com desenhos de 50 crianças da Vila, a partir de  atividades de desenho orientadas na localidade desde 1995.

Vila de Superagui

 

 

 

 

 

 

 

 

Proposta de confecção de produtos artísticos junto com a comunidade tradicional de pescadores da ilha de Superagüi, no litoral norte do Paraná. Com esses produtos pretende-se gerar receita a ser reinvestida em projetos culturais na própria localidade. 2001. Foram elaboradas 10 montagens gráficas feitas por Goto com desenhos de 50 crianças da Vila, a partir de atividades de desenho orientadas na localidade desde 1995. Como primeiro resultado dessa proposta em 2003 foi publicado um livro em formato de cartão-postal, editado por Robert Amorim e Espaço Cultural BetoBatata, que teve parte da edição distribuída à comunidade. Foi realizada também uma exposição, exibida em Curitiba e Parati-RJ, em 2003 e 2004. O desenho Inventando bandeiras para Superagüi participou da exposição Bandeiras do Brasil, no Museu da República – RJ, em 2003. Em 2013 os desenhos foram publicados na agenda anual da gráfica Comunicare e uma cota do material foi distribuída para a comunidade.

 

 

– – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – –
Transrritórios

Arte 5, Curitiba-PR. 12, 13 e 14/02/2003.

EPA_2003_Transrritorios_150dpiMinicurso teórico realizado no espaço autônomo Arte 5, com temática focada na cena dos coletivos de artistas e circuitos autogeridos do Paraná e do Brasil.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

– – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – –
Paranáparapostepara

Galeria do Poste, Niterói-RJ, 18/10 a 17/11/2002.
Espaço Cultural Beto Batata, Curitiba-PR, 15 a 17/11/2002.

EPA_2002_ParanáparaposteparaColetiva de intervenção urbana em postes da rua da Galeria do Poste (Niterói-RJ), com propostas de artistas radicados no Paraná: Octávio Camargo, Margit Leisner, Rubens Pileggi, Karina Weidle, Tânia Bloomfield e Hélio Leites. Com a EPA! realizei a curadoria, projeto gráfico e de divulgação e a organização de uma exposição documental sobre os artistas participantes, que ocorreu na sala de exibição anexa à Galeria do Poste. A EPA! co-orientou e participou, junto com Octávio Camargo e Margit Leisner, também de dois dos fluxos coletivos decorrentes do Paranáparapostepara, o projeto Ônibus e a Fundação do Museu do Poste, os quais oportunizaram o deslocamento de 34 artistas e estudantes de arte fluminenses para Curitiba, durante o feriado de 15 de novembro, período no qual eclodiram diversos outros acontecimentos e princípios de derivações, inclusive o vídeo Fundação do Museu do Poste (ou Poste’ it’ yba’). Escrevi também um texto memorial sobre o projeto.

 

 

 

 

 

– – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – –
Vide o vídeo

Cinemateca de Curitiba, 2002

CC_2002_CWB_Cinemateca de curitiba_Vide o videoMostra de filme e vídeo com coleções do Arquivo Bruscky (Filmografia Bruscky, Flux Film Anthology, New Art Medium, Videoarte Brasil); Itaú Cultural (Investigações: o trabalho do artista) e RioArte Vídeo (Arte Contemporânea). Montagem da videoinstalação Passos que vêem, de Lula Wanderley. Mesas-redondas com Bruscky, Glória Ferreira, Cristina Freire, Anna Bella Geiger, Claudia Saldanha e Roberto Cruz. Idealização, curadoria geral, coordenação de produção e mediação das mesas-redondas: Goto. Projeto financiado pelo Mecenato da Lei Municipal de Incentivo à Cultura de Curitiba, tendo como incentivador o Grupo Positivo. Todas as coleções de filme e vídeo exibidas (acima referenciadas) foram doadas pelo projeto Vide o vídeo ao acervo da Cinemateca de Curitiba. A Filmografia Bruscky passou a ser a primeira coleção da mostra e acervo que posteriormente viriam a ser denominados Circuitos compartilhados.

 

 

 

 

 

 

– – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – –
Artista, parla!

Funarte, Rio de Janeiro, 2002.

EPA_2002_Artista_Parla_foto2012_tratada_100dpiDebate e roda de papo sobre Arte e Instituição, promovido na FUNARTE, dentro do evento Açúcar Invertido.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

EPA_2002_Artista_Parla_registro1_100dpiEPA_2002_Artista_Parla_registro2_100dpi

 

 

 

 

 

 

– – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – –
Carasgráficos

Sala Arte, Design & Cia e Auditório do Edifício Dom Pedro I, UFPR, Curitiba, 2002.

2.0_Carasgraficos_folder_retificado_2012_capas_300dpi_17X8_OK

Artes do folder Carasgráficos

Pesquisa, encontro e exposição sobre jornais e revistas de arte editados em Curitiba a partir dos anos 70, a exemplo dos jornais Anexo, Pólo Cultural e Nicolau, e das revistas Raposa, Gráfica e Medusa, entre outros. Foi publicado um folder junto à UFPR. Participaram das mesas redondas alguns dos editores dessas importantes iniciativas, como Reynaldo Jardim, Ricardo Corona, Eric Straub, Fernando Karl, e Gilson Camargo, além do convidado carioca Helmut Batista, editor do Jornal Capacete.

 

 

 

– – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – –
Uôrk-Xók

TUC – Teatro Universitário de Curitiba, 10/11/2001.

Cartazuorkxok_72dpiEncontro de 10 horas em que foram realizadas mesas redondas, mostra de vídeo e exposição de documentos associados a “circuitos artísticos independentes” empreendidos em Curitiba a partir de 1969. Participaram alguns dos principais empreendedores desses circuitos, como Adalice Araújo, Eliane Prolik, Denise Bandeira, Laura Miranda, Sergio Moura, Lauro Andrade, Ana González, Carlos Henrique Tullio, Kátia Horn, Alex Cabral, Sandro Ribas e Didonet Thomaz. Houve também uma participação especial de Arthur Barrio numa entrevista em “viva voz” por telefone. O encontro foi decorrente da pesquisa denominada Situação PR 69/01…ndo…: curtos- circuitos, arte fora da rede oficial e fontes alternativas de criação, publicada no jornal Gazeta do Povo, em Curitiba, e no Capacete Planet, no Rio de Janeiro. Durante o encontro foi anunciada a fundação da própria EPA!


 

 

 

– – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – –
Textos publicados, enquanto EPA!

Anterior ou complementarmente aos projetos e eventos realizados pela EPA! são também realizadas pesquisas e publicações de textos, sistematizando o lastro histórico e conceitual de cada uma das propostas.

Essa produção textual está disponibilizada na página Textos deste website.

 

 

– – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – –
Arquivo EPA!:

O Arquivo EPA! é consequência das atividades de pesquisa e produção do fluxo EPA!, é a dimensão da memória coletiva, fonte contínua de consulta e de trocas culturais, arquivo vivo, veículo para articulação crítica, histórica e sígnica. O Arquivo existe desde a fundação da entidade, em 2001, e organiza e guarda as documentações (impressos, fotos, vídeos, anotações, etc.) vinculadas aos contextos de pesquisa e intercâmbio sobre e com diversos artistas e coletivos de artistas, especialmente materiais referentes a circuitos artísticos autogeridos ocorridos no Brasil. Guarda também os produtos realizados pela EPA!, inclusive materiais de etapas processuais de cada projeto.

1

1

3

2

3

3

4

4

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Fotos: 1) Paulo Bruscky visita Arquivo EPA! e confere materiais da pasta Arquivo Bruscky, em 19/06/2015. 2) Artistas e pesquisadores participantes do projeto Rotação de Culturas e amigos visitam Arquivo EPA!, em 11/04/2014. 3) Sala Arquivo EPA! na exposição Experiências de Museu, Museu da Gravura Cidade de Curitiba-MGCC, 04/09 a 13/10/2012. 4) Goto exibe maleta de DVDs do projeto Circuitos compartilhados, uma das 150 cópias do acervo compartilhadas entre participantes, pesquisadores e instituições culturais, 2011. Créditos fotográficos: Elenize Dezgeniski: 1 e 4. Mariza Tezelli: 2. Goto: 3.

 

 

– – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – –
Espacial  EPA!:

O Espacial EPA!, na condição de residência e lugar de trabalho do orientador de fluxos da entidade EPA!, é local que possiblita também, em momentos oportunos, um espaço para trocas artísticas e culturais com outros agentes culturais e o público.

A partir de 2008 percebeu-se a necessidade de nomear os distintos fluxos de produção que co-habitavam a residência, especialmente as ações vinculadas ao coletivo E/Ou e à EPA!. Casa E/Ou, para as ações coordenadas e produzidas pelo coletivo E/Ou; Espacial EPA!, para as ações da EPA! ou de parceiros estratégicos. O período de 2008 coincidiu também com a migração das ações do coletivo E/Ou do espaço da casa para a cidade.

EPA_05_EspacialEPA

2011

A_Espacial_EPA_montagem_com corte_OKOK_72dpi

2008

 

 

 

 

 

 

 

– – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – –
Memorial de acontecimentos no Espacial EPA!

– Reunião inicial de articulação do Circuito Grude em Curitiba. 14/09/2013.

 

 

 

 

 

 

Movimentando sensações guardadas/Fase 2: margens, de Faetusa Tezelli e Elenize Dezgeniski, de 06 a 12/11/2011.
Imagens: 1) Convite. 2) a 4): registros da exposição.

1

1

2

2

3

3

4

4

 

 

 

 

 

 

 

– Encontro internacional da comunidade ciberativista Estúdio Livre, de 09 a 12/04/2010. Hospedagem de artistas e ciberativistas.

 

– Palestras vinculadas ao projeto Descartógrafos (etapa Recartógrafos), do coletivo E/Ou:
1) 16/04/2010: Giordani Maia (TCAS – Rio de Janeiro-RJ.
2) e 3): 12/04/2010: Pedro Soler (Generatech – Barcelona-ESP.

1

1

2

2

3

3

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

– Encontro com o Coletivo ARTIXX. Fevereiro/2010.

 

– Encontro nacional de ciberativistas do MSST Movimento dos Sem Satélite – e hospedagem de artistas e ciberativistas. 14/11/2009. (Cartaz: Glerm Soares)
msst_epa

 

 

 

 

 

 

 

 

Trocas-surpresa. Diálogo cultural entre artistas de Curitiba e Belo Horizonte. Além das conversas pela internet entre os interlocutores das distintas cidades, reuniões presenciais entre os participantes curitibanos ocorreram em diferentes locais entre abril e novembro de 2009, sendo que quatro desses encontros ocorreram no Espacial EPA! (07, 22 e 30/04 e 12/07/2009).
PORTFOLIO ESPACIAL EPA

 

 

 

 

 

 

 

– Entre março e maio de 2008, com distintas agendas dentro desse período, Espacial EPA! hospedou artistas brasileiros vinculados ao desenvolvimento de trabalhos junto aos projetos Circuitos compartilhados (Vanessa Santos e Bráulio Britto) e Galerias subterrâneas (Marssares, Camilla Rocha e Alexandre Vogler).

 

Festa da mostra Circuitos Compartilhados (com exibição de vídeos) + entrecruzamento com o projeto 4 Territórios (28/03/2008) – Casa E/Ou / Espacial EPA!.

 

 

 

 

 

 

Written by Newton Goto

março 10, 2009 às 5:19 pm

%d blogueiros gostam disto: